Compressor de Ar - Uso Clínico - Cristófoli - 9001

Compressor de ar isento de óleo para uso clínico, laboratorial, comercial ou até mesmo residencial. Adequado para consultórios com consumo de ar até 85 litros por minuto.
Leia mais
Ou R$ 0,00à vista com 10% de desconto no Boleto.

Compre Junto

Compre os 1 produto

Por:

x de

comprar

Descrição Completa



Compressor de Ar - Uso Clínico - Cristófoli - 9001


- Design moderno e compacto;
- Fácil operação e manutenção;
- Cor: Branca;
- Nível de Ruído: 65 dB (A);
- Pressão Máxima e Mínima de Trabalho: 0,5 - 0,8 Mpa / 5 - 8 bar / 72,5 - 116 psi / 5,1 - 8,16 kgf / cm2;
- Potência: 1,12 HP / 830 W (127 V) 1,14 HP / 850 W (220 V);
- Capacidade 38 litros;
- Voltagem: 127 ou 220 V;
- Frequência: 60 Hz;
- Fornecimento de Ar: Até 85 litros/min.
- Grande capacidade de fluxo e desempenho estável;
- Por ser isento de óleo, não emite fumaça, vapores ou odores desagradáveis;
- Conta com filtro de saída de ar, motor de 2 pistões e 3 sistemas de segurança, entre eles, um protetor contra sobreaquecimento;
- Reservatório de ar com pintura interna;
- Dreno de alta eficiência localizado na parte inferior central do reservatório;
- 01 ano de garantia.

*Obs.: Para consultórios com consumo de ar acima desses valores ou para profissionais que utilizam os sugadores por um longo período de tempo, recomendamos o uso do Compressor Cristófoli modelo 9002 ou que todos os sugadores sejam conectados à uma bomba de vácuo.

Para mais informações, consulte o Manual de Instruções.

Este equipamento é importado pela Cristófoli Biossegurança, empresa cujo Sistema de Gestão de Qualidade é certificado e está em conformidade com a ISO 9001- Sistema de Gestão de Qualidade, ISO 13485 - Aparelhos Médicos - Requisitos para Fins Regulamentares, ISO 14001 - Gestão Ambiental e BPF - Boas Práticas de Fabricação (ANVISA/RDC-Nº59).



Descrições

VideoInsira o embed do video aqui...

Quem viu, também gostou de

Quem comprou, comprou também

qcct

Quem viu, acabou comprando

qvac

Dê sua opinião sobre o produto

Dúvidas dos consumidores